Uma “ópera buffa” circense, poética e gastronômica. Acrobacias, equilibrismo, palhaços, música, dança e muitas guloseimas. Prepere-se para embarcar em um mundo maravilhoso, próspero e cheio de liberdade. Um espetáculo para quem tem fome de sonhos.

Cidade dos Sonhos é um resgate da obra-prima Viagem a São Saruê, um clássico da literatura de cordel escrito por Manoel Camilo dos Santos. A obra é uma referência, um retrato vivo de uma imaginação fértil, a mística dos sonhos, a ânsia de liberdade, do bem estar, da fartura e a terra prometida. Um “País Maravilhoso”, o “Paraíso Terrestre”, onde os prazeres e as riquezas são a tônica da vida.

O espetáculo é uma recriação dessa terra da prosperidade e da abundância onde não há dor, suor, velhice ou morte. Uma releitura do mito de São Saruê, embalado pela linguagem do circo e da dança. Ou “As Bacantes”, de Eurípedes, transformadas em paródia e picadeiro. E com interação constante entre público e atores. Tudo isso e um pouco mais.

Imagine um lugar onde as rios são feitas de leite e de mel, onde as “ruas são feitas de lasanha”, onde “quem mais dorme mais ganha”. Panigon, Rei dessa terra fabulosa, Rei de São Saruê, desembarca com sua trupe de ciganos-malabaristas e nômades- circenses. O palco, uma “cidade feia” qualquer. Quando chegam, os ciganos iniciam uma farta distribuição de guloseimas para a platéia e começam a colorir e enfeitar o cenário da cidade. Isso conquista os habitantes do lugar mas também desperta a fúria do Inspetor Furios del Thedius, defensor do “status quo”, que solta fogo pelas ventas. A luta entre Panigon e sua onírica trupe contra os inimigos do sonho e dos bombons de chocolate constitui o eixo ao redor do qual se articula a ação do espetáculo.

Cidade dos Sonhos encanta crianças, jovens e adultos, um espetáculo que adocica as almas e as bocas de seus espectadores. Uma viagem ao mundo dos sonhos que pode ser realizado tanto como espetáculo de rua ou em teatro.

Ficha técnica

Espetáculo: “Cidade dos Sonhos”
Texto: Fabio Malavoglia
Direção: Leopoldo Pacheco e Marco Vettore
Intérpretes-criadores: Cia. Cênica Nau de Ícaros (Álvaro Barcellos, Lorena Silveira, Celso Reeks, Erica Rodrigues, Letícia Doretto e Marco Vettore)
Figurinos: Claudia Schapira
Cenografia: Luciano Bussab
Iluminação: Sílvio Francisco
Operação de Luz: Paulo Souza

Trilha Sonora: Nau de Ícaros
Vídeos: Felipe Sztutman
Fotos: Chris Von Ameln, Marcelo Soubhia e Roberto Oya
Preparação em Danças Brasileiras: Letícia Doretto
Preparação de Aéreos: Elsa Wolf
Preparação Física: Márcia Francine
Duração do Espetáculo: aproximadamente 60 minutos
Classificação: Livre

Destaques

  • Estreia no Centro Cultural São Paulo (2004)
  • 5o Artisti in Piazza – Penabilli – Itália (2004)
  • 10o Il Teatro che Chamina – Castel San Pietro – Itália (2004)
  • 29o Paléo Festival – Nyon – Suíça (2004)
  • 4o Tra il Sole e la Luna – Montone – Itália (2004)
  • 2o Immaginia…Festival Internazionale del Nuovo Circo Contemporaneo – San Valentino – Itália (2004)
  • Mostra de Teatro Infantil do SESI (2005)
  • Virada Cultural – Parque da Independência (2005)
  • V Festival Internacional de Teatro Callejero “Al Aire Puro” – Bogotá, Colômbia (2005)
  • Festival Internacional de São José do Rio Preto (2006)
  • Prêmio Caravana Funarte Petrobrás – Circulação por cidades de SP e MG (2007)
  • Temporada no Teatro Copa Airlines – São Paulo (2008)
  • Projeto “Arte Cidadã” nas cidades de Bragança Paulista, SP, e Vitória, ES (2008)
  • Projeto “Arte Cidadã” na cidade de Catalão, GO (2009)
  • Circuito Cultural Paulista – Circulação por cidades do interior de SP (2010)
  • Projeto “Circuito Gerdau” – Circulação por 12 cidades do interior de SP – Patrocínio: Gerdau (2012)
  • Projeto “Circuito Maior Idade” – Cinemateca Brasileira (SP) – Patrocínio: Plenitud (2012)
  • Mostra de Repertório Nau de Ícaros – SESC Pompeia (2014)
  • Virada Cultural Paulista – Teatro Polytheama, Jundiaí, SP (2014)
  • SESC Jundiaí (2015)
  • Virada Cultural – Vale do Anhangabaú, São Paulo (2015)
  • Palco Giratório SESC – Circulação nacional (2016)
  • SESC Carmo e SESC Sorocaba (2016)
  • SESC 24 de Maio (2017)
  • SESC Piracicaba (2018)
  • Festival Paulista de Circo – Piracicaba (2018)

Agenda

Arquivos para baixar